sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015

BA2 OTA JURAMENTO DE BANDEIRA ER 2ª./69 - ACONTECIMENTOS NA NOSSA GERAÇÃO - Nº.3


B.A. Nº. 2 – OTA – 29/AGOSTO/1969
Juramento de Bandeira da Escola de Recrutas 2/69


SEArecebido pelo ten-cor.
Brochado de Miranda
Em 29 de Agosto de 1969 realizou-se na Base Aérea nº. 2 (Ota) as cerimónias do juramento de bandeira dos componentes da segunda Escola de Recrutas do ano corrente (1969) e da entrega de diplomas a oficiais, cabos e soldados-alunos que completaram cursos de várias especialidades, e bem assim atribuição de prémios aos que mais se distinguiram.
Presidiu o Secretário de Estado da Aeronáutica, brig. Pereira do Nascimento, acompanhado por outras individualidades, entre as quais se contavam o chefe do Estado Maior das Forças Armadas, gen. Venâncio Deslandes; o Chefe do Estado Maior da Força Aérea, interino, general Machado Barros; o Subchefe do Estado Maior da Força Aérea (Pessoal), general Dias Costa; os Directores dos Serviços de Instrução, de Material, de Intendência e Contabilidade e de Pessoal respectivamente, brigadeiro Ivo Ferreira, brigadeiro Sousa Oliveira, brigadeiro José Francisco Calado e coronel Marcial Rodrigues.
À chegada à Base, o Secretário de Estado da Aeronáutica foi recebido pelo comandante interino da Unidade, tenente-coronel Brochado de Miranda e pelos oficiais que ali prestavam serviço.
Revista à guarda de honra
Depois das honras militares ao brigadeiro Pereira do Nascimento, usou da palavra o comandante da B.A.2. Seguiu-se uma exortação pelo aspirante José Luís de Arriaga Pinto Basto, após o que se procedeu à cerimónia solene do juramento, cuja fórmula foi lida pelo tenente-coronel RaulTomás que comandava as forças em parada.
Em seguida assistiu-se a demonstrações de manejo de arma a pé firme e em marcha, sob o comando do major Ferreira Canais, comandante da Escola de Recrutas 2/69, e à distribuição de diplomas e prémios, finda a qual as forças em parada, num total de 1.300 homens, desfilaram em continência.
Ao terminar, houve demonstrações de treino físico-militar e de luta individual.


TCor Brochado
Miranda

Das palavras proferidas pelo comandante da Unidade, tenente-coronel Brochado de Miranda, extraímos as seguintes passagens: “Prestaram Juramento de obediência e fidelidade à Pátria, à Bandeira, à Lei e aos Chefes, 597 militares, 52 dos quais se destinam a pilotos. O treino básico militar que todos receberam durante 10 semanas teve por finalidade, não só integrar num todo único e homogéneos rapazes de formação, educação e temperamento diferentes, mas também exaltar o valor das virtudes militares, estimular qualidades individuais de iniciativa, espírito de solidariedade e persistência, entre outras, de forma a desenvolver capacidade de resistência física e moral às agruras de situações difíceis, que certamente terão de enfrentar. O soldado recruta renova hoje, em acto solene e oficial, fidelidade a sublimes ideais. As próprias paredes que cercam esta parada não só assistiram a frequentes cerimónias como a que agora se realiza, em que prestaram Juramento milhares de homens alguns dos quais já perderam a vida em defesa da Pátria, como presenciaram também o permanente roncar de aviões conduzidos por pilotos que aqui se treinaram e que foram dos primeiros no Ultramar quando houve necessidade de acorrer a proteger Território Nacional das cobiças alheias”.

Entrega de prémios e diplomas

Notas: Recolha de informação na Revista “Mais Alto” nº. 124 – Agosto 1969
 ________________________________________________________________________
2ª. SECÇÃO DA 1ª. ESQUADRILHA –  MAIO de 1969

Vitor Oliveira nº.683/69
     Aproveito para abordar a minha Secção que marchou neste “glorioso” dia, em 29 de Agosto de 1969, para Jurar Bandeira e ser fiel à Pátria!...
     Recruta das mais rígidas dirigida pelo Tenente Dias e Alferes José Cid (treino físico), em que teve direito a reportagem, vista em documentários no Cinema Monumental, Lisboa, tal a nossa preparação para a guerra do “Ultramar”…
     Pelos meus cálculos, o primeiro recruta desta Incorporação (2ª/69), iniciou-se com o nº. 638/69. Se somarmos os 597 mencionados na Revista “Mais Alto” e subtrairmos os 52 para pilotos, fixamos o último recruta com o número 1.213/69, desta Incorporação.
     Desde há muito tempo que desejava saber notícias sobre todos os companheiros que constituíram a minha Secção e, obtida a fotografia do grupo, instiguei-me a escrever uma carta para o Arquivo Histórico da FAP. Determinei que os 35 elementos teriam uma numeração próxima da minha e, sendo 35, solicitei os nomes completos dos soldados recrutas numerados de 674 ao 708/69.
     Após ter conhecimento dos nomes completos lancei a minha investigação através de vários meios ao meu alcance e, de companheiro em companheiro, reencontrei-os a todos. Meses de busca incessante porém, compensador. Em cada contacto, vivi momentos de alegria recordando passagens atribuladas de outrora. 
     Captei a naturalidade de cada um com o propósito de saber a rota destinada à Ota, a 13 de Maio de 1969. E, descendo de Norte para Sul, nomeio estas localidades: Mondim de Basto, Pinhel, Guarda, Ovar, Oiã, Pampilhosa, Granja do Ulmeiro, Lousã (2), Soure, Ansião, Leiria (2), Marinha Grande, Peniche, Alcanena, Alenquer, Benavente, Tramagal, Lisboa (7), Ponte de Sor, Sobreda da Caparica (3), Lavradio, Pinhal Novo, Amora, Palmela e Faro.
     Após o juramento de bandeira, seguiram-se as especialidades, e os 35 tiraram os cursos de: EABT (10), OCART (7), MRAD (4), MMA (4), OMET (4), MMT (2), MELEC (2), OPC (1) e um por determinar (falecido precocemente).

A 2ª. Secção da 1ª. Esquadrilha
     Sobre os percursos de vida de cada um e ao longo dos 45 anos já passados só abordo as diversas profissões porquanto, outros aspectos de caracter pessoal, serão “saboreados” pessoalmente num próximo convívio a realizar brevemente. De três companheiros já falecidos – 1970, 1973 e 1992, quatro enveredaram pelo serviço militar com aposentação em Majores e Ten-coronel. Os outros, inseridos na actividade civil, finalizaram-se como empresários (6), funcionários (CTT, Plásticos, Tribunal, EDP e Segurança Social), Professores (2), Delegado, Vendedor, Executivo, Comerciante, Bancários (gerentes e subdiretor), e três emigrantes (Inglaterra, Venezuela e França).
     Como o Mundo é pequeno, há que reagrupa-los e revermos a imagem já gasta causada pelo decorrer de vários invernos.
     Fico na expectativa do esforço desta gente para se movimentarem para o repasto.       
Não podem nem devem desanimar pois, caso contrário, apelarei à ordem com a presença do Tomás, Dias e Cid. A guerra só terminará após o último suspiro!...

  1 - Cabo Gouveia
  2 - Tenente Martins
  3 – 680 - Rafael Conceição de Almeida – OCART
  4 – 706 - João Mariano Carvalho Ahrens Teixeira - MRAD
  5 – 694 - Arlindo Gomes Nunes Foja - MMT
  6 – 675 - José Manuel da Silva Moura – EABT
  7 – 707 - José António Antunes Gonçalves - EABT
  8 – 704 - João Manuel Moura Esteves Tomé – OPC / MMA
  9 – 681 - Rogério Alves Ferreira - OCART
10 – 698 - Carlos Alberto Freitas Nunes - MMA
11 – 697 - Carlos Alberto Cardoso Amaral Farinha – OPC
12 – 690 - António Antunes Costa Ferreira - EABT
13 – 678 - Onildo Pinheiro Rosa - OCART
14 – 696 - Artur Agostinho Cruz Almeida- MMA
15 – 677 - Manuel Oliveira Martins - OCART
16 – 701 - Felizardo Barata Couto Bandeira - MELEC
17 – 695 - Armando Martins - OMET
18 – 688 - Manuel Almeida Falcoeiras - EABT
19 – 685 - Manuel Alves Bexiga - EABT
20 – 684 - Vítor Manuel Gomes Clemente - OCART
21 – 683 - Vítor Adelino Matos de Oliveira - OCART
22 – 702 - Fernão António Carvalhais Paixão – EABT
23 – 708 - Joaquim António Sousinha Carinhas - MRAD
24 – 679 - Orlindo Gonçalves da Fonseca – OCART
25 – 692 - António José Feitinhas Esteves -  “Vietcong”
26 – 689 - João Rosário Rita Pestana – MMT 
27 – 686 - Fernando Jorge Diogo Passos - MMA
28 – 687 - António César Gomes - EABT
29 – 700 - Eduardo Pinto Sousa Martins - OMET
30 – 682 - Valentim Madeira Correia - MRAD
31 – 691 - António Francisco Magalhães Ventura Seco - OMET
32 – 693 - António Manuel Henriques Sequeira - OMET
33 – 674 - José Manuel Neves Cardoso - MELEC
34 – 703 - Ivo Manuel de Lima Caldeira - MRAD
35 – 705 - João Manuel de Oliveira Polónia Graça – EABT
36 – 676 - José Rodrigues Pimentel - EABT 
37 – 699 - Carlos Alberto Jesus Ribeiro - EABT

Até breve                                                                                   
O amigo 



Sem comentários:

Enviar um comentário